segunda-feira, 31 de julho de 2017

Z, A CIDADE PERDIDA de James Gray com Tom Holland e Robert Pattinson.
O coronel Fawcett, soldado aventureiro inglês que se perdeu nas terras do Mato Grosso ganha um filme que não foi bem de bilheteria. A crítica gostou, eu achei este filme apenas morno. Li o livro e sei que Fawcett tinha uma personalidade muito mais rica do que o filme mostra. Falta mistério, falta o senso de desconhecido da loucura dele. Andar por onde ele andou quando andou é muito mais do que aparece aqui.
LOUCOS E PERIGOSOS de Mark Cullen com Bruce Willis e John Goodman.
Nas primeiras cenas Bruce Willis anda de skate pelado na rua. O filme é isso. Willis é um cara legal, mas sem nenhuma ambição como ator. Nunca teve. Penso que isso depõe a seu favor. Penso que ele viu a muito a futilidade de uma carreira. Ele ganha uma grana, paga as contas e tudo ok. Eu me diverti vendo o filme porque gosto do Bruce. Mas sei que o filme é uma zona.
UMA SUAVE MANHÃ de Neil LaBute com Stanley Tucci e Alice Eve.
Um cara e uma moça discutem. E falam. E se agridem. E enquanto isso voce morre de tédio. Não entendo pra que um filme desses!
MARIA ANTONIETA de Sofia Coppolla com Kirsten Dunst, Jason Schwartzmann e Steve Coogan.
Ótimo filme. A rainha fútil vira uma menina inocente dos anos 2000. E nossa identificação com ela aumenta muito. O filme tem uma trilha anos 80 muito boa. É melancólico, é belo e é um ato de coragem. Escrevi mais sobre ele abaixo. Procurem.
AS CRÔNICAS DE NARNIA de Andrew Adamson e Michael Apted
Janeiro de 2014 foi um tempo delicioso em que li os livros de CS Lewis. Os filme vejo agora. São como eu pensava, uma aventura Disney bem infantil. Aumentam o papel do Rato, dão alguns toques teens e jogam fora parte imensa do simbolismo cristão. Pois é.

Nenhum comentário: